Pilates aplicado à gestantes

Depois de receber recomendação, muitas gestantes iniciam a prática de  Pilates. Cada vez mais pessoas aderem a essa atividade, visto que o exercício flexível e  traz diversos benefícios à saúde.  Contudo, para as gestantes – que tem mais procurado essa atividade-  O Pilates é recomendado? Como trabalhar Pilates com Gestantes?

Sabe-se que o exercício acarreta bons resultados no  condicionamento físico e no  alongamento e fortalecimento do corpo.

Como aplicar pilates a gestantes

O Pilates para Gestantes vem sendo indicado usualmente e figura entre as atividades mais procuradas por essas mulheres.

Se a intenção é  aplicar as técnicas de Pilates a gestantes, é de fundamental importância conhecer bem as técnicas, para indicar à gestante os exercícios mais adequados em cada etapa.

Isso porque para a prática segura do exercício com gestantes, deve-se  entender as modificações pelas quais corpo mulher passa na gravidez, e indicar as técnicas ideais para usar. Além disso, é preciso que a cada trimestre da gravidez o treino seja adaptando ás necessidades atuais da gestante.

Além do período de gestação, é importante considerar o condicionamento físico da mulher e as limitações particulares. Então, o que acontece na verdade é uma programação específica para cada mulher, de acordo com o  seu trimestre na gestação.

São muito relevantes esses cuidados. Procedendo assim, a gestante também atinge os objetivos do Pilates com facilidade e segurança. Dentre os benefícios do exercício se pode citar facilitar a oxigenação do bebê e ajudar no bem-estar da gestante no que tange mudanças em seu corpo.

Aplicar a atividade a gestantes necessita observar que esta mais instabilidade nas articulações adquire. Isso acontece pela atuação do hormônio relaxina, que tem função de ajudar na acomodação do feto no útero e facilitar na hora do parto.

Assim, esse risco deve ser visto com atenção no momento de combinar o treino, considerando-se a maior chance de quedas.

Roteiro para gestantes

aplicar pilates a gestantesEstando a mulher no trimestre inicial da gestação, é semelhante o treino ao de uma praticante não grávida, pois no começo, em geral são feitos movimentos mais simples.

Mesmo assim, é primordial no início ocorra uma avaliação para conferir o nível de condicionamento da mulher.

Veja alguns dos movimentos permitidos no começo da gestação:

  • Fortalecimento de glúteos
  • Alongamentos;

 

No segundo semestre, a mulher, em virtude de estar  mais disposta, pode-se acrescentar mais alguns exercícios:

  • Elevação da perna reta;
  • Contração do períneo;
  • Posição quadrúpede sem muitas variações;

Dentre muitos outros.

Terceiro trimestre inclui mais possibilidades no roteiro, e muitas outras técnicas são permitidas à grávida.

Esse post pretendeu explicar que é fundamental saber atender as gestantes adequadamente, entendendo a aplicação da atividade a essas mulheres.

Dessa forma, o profissional de Pilates que quer trabalhar no atendimento a gestantes deve dominar as técnicas específicas para cada mulher. Se torna um diferencial esse conhecimento no currículo, uma vez que cada vez mais mulheres buscam uma vida mais ativa na gravidez.

 

Aprenda como aplicar Pilates a gestantes aqui: http://www.cursopilatesgestante.com/