Pilates aplicado à gestantes

Depois de receber recomendação, muitas gestantes iniciam a prática de  Pilates. Cada vez mais pessoas aderem a essa atividade, visto que o exercício flexível e  traz diversos benefícios à saúde.  Contudo, para as gestantes – que tem mais procurado essa atividade-  O Pilates é recomendado? Como trabalhar Pilates com Gestantes?

Sabe-se que o exercício acarreta bons resultados no  condicionamento físico e no  alongamento e fortalecimento do corpo.

Como aplicar pilates a gestantes

O Pilates para Gestantes vem sendo indicado usualmente e figura entre as atividades mais procuradas por essas mulheres.

Se a intenção é  aplicar as técnicas de Pilates a gestantes, é de fundamental importância conhecer bem as técnicas, para indicar à gestante os exercícios mais adequados em cada etapa.

Isso porque para a prática segura do exercício com gestantes, deve-se  entender as modificações pelas quais corpo mulher passa na gravidez, e indicar as técnicas ideais para usar. Além disso, é preciso que a cada trimestre da gravidez o treino seja adaptando ás necessidades atuais da gestante.

Além do período de gestação, é importante considerar o condicionamento físico da mulher e as limitações particulares. Então, o que acontece na verdade é uma programação específica para cada mulher, de acordo com o  seu trimestre na gestação.

São muito relevantes esses cuidados. Procedendo assim, a gestante também atinge os objetivos do Pilates com facilidade e segurança. Dentre os benefícios do exercício se pode citar facilitar a oxigenação do bebê e ajudar no bem-estar da gestante no que tange mudanças em seu corpo.

Aplicar a atividade a gestantes necessita observar que esta mais instabilidade nas articulações adquire. Isso acontece pela atuação do hormônio relaxina, que tem função de ajudar na acomodação do feto no útero e facilitar na hora do parto.

Assim, esse risco deve ser visto com atenção no momento de combinar o treino, considerando-se a maior chance de quedas.

Roteiro para gestantes

aplicar pilates a gestantesEstando a mulher no trimestre inicial da gestação, é semelhante o treino ao de uma praticante não grávida, pois no começo, em geral são feitos movimentos mais simples.

Mesmo assim, é primordial no início ocorra uma avaliação para conferir o nível de condicionamento da mulher.

Veja alguns dos movimentos permitidos no começo da gestação:

  • Fortalecimento de glúteos
  • Alongamentos;

 

No segundo semestre, a mulher, em virtude de estar  mais disposta, pode-se acrescentar mais alguns exercícios:

  • Elevação da perna reta;
  • Contração do períneo;
  • Posição quadrúpede sem muitas variações;

Dentre muitos outros.

Terceiro trimestre inclui mais possibilidades no roteiro, e muitas outras técnicas são permitidas à grávida.

Esse post pretendeu explicar que é fundamental saber atender as gestantes adequadamente, entendendo a aplicação da atividade a essas mulheres.

Dessa forma, o profissional de Pilates que quer trabalhar no atendimento a gestantes deve dominar as técnicas específicas para cada mulher. Se torna um diferencial esse conhecimento no currículo, uma vez que cada vez mais mulheres buscam uma vida mais ativa na gravidez.

 

Aprenda como aplicar Pilates a gestantes aqui: http://www.cursopilatesgestante.com/

Como Fazer Espetinhos para Vender?

     Vender churrasquinhos é ótimo investimento seja qual for o local em que você resida, pois indiferente que seja cidade grande ou pequena, é muito fácil achar quem goste de saborear espetinhos.

Boa parte das pessoas que começam a vender espetinhos, com o tempo, passa a viver com essa única fonte de renda, pois é possível faturar nesse mercado entre 3 a 10 mil reais por mês. Isto significa que é um ramo em que é possível começar pequeno e, com planejamento, crescer rapidamente.

Mas nem sempre vemos comerciantes de espetinhos que lucram bem com essa atividade. Por quê? A resposta em quase todas as situações é se atentar para os detalhes desse negócio, e isso requer estudo e planejamento, etapa que, infelizmente, muitos pulam.

curso mestre do espetinho

 

Detalhes Fundamentais

O mais importante é o local onde o negócio vai funcionar. Não é necessário alugar um ponto, até mesmo na frente de casa pode-se montar, o único pré-requisito na verdade é que seja um bem movimentado.

Pontos de ônibus, em frente a universidades, escolas ou praças são exemplos de locais por onde passa bastante gente.

Outro detalhe importante que podemos nos atentar, são estratégias no intuito de fidelizar o cliente. Como seria isso? Tentar se destacar, diferenciar-se, por exemplo,  oferecendo itens exclusivos, como temperos diferentes, uma nova combinação de carnes no espeto… capricho nos acompanhamentos, enfim, ser criativo e fugir do mais do mesmo.

Investimento

Para iniciar o investimento não é tão grande, e varia dependendo da estrutura que você quer, mais ou menos caprichada.

Itens mais comuns:

  • Mesa
  • Carvão
  • Espetinho de madeira
  • Isopor
  • Bandejas descartáveis (para os acompanhamentos)
  • Mesa e cadeiras – para os clientes
  • Carnes bovina, frango, linguiça, bacon

A partir 500 reais dá para começar, porém caso queira deixar uma estrutura mais simples, 300 reais pode ser que sejam suficientes. Assim, quando o negócio evoluir, eleva gradativamente o investimento a fim de melhorar a estrutura.

Um investimento bem interessante para quem quer crescer nesse ramo é um curso especializado, que fale sobre higiene e manipulação de alimentos. Isso porque existem cuidados específicos ao se trabalhar com alimentos. O curso Mestre do Espetinho é uma opção muito bacana de material para estudar esse e outros assuntos do mercado de churrasquinhos.

Inclua acompanhamentos

curso mestre do espetinho

Além dos churrasquinhos, inclua no cardápio outros itens opcionais, como farofa, vinagrete, feijão tropeiro, maionese etc. Escolha dentre essas opções ou outras que prefira, alguns, e deixe a possibilidade do freguês levar a porção completa.

Outro ponto a se observar, é vender bebidas como cerveja e  refrigerante.

Se possível além da mesa de trabalho, coloque mesas com cadeiras para os clientes, pois muitos gostam de sentar e comer enquanto conversam ali mesmo no local.

E, mais importante, não deixe de pesquisar o assunto, de preferência com um material profissional.

Conheça mais sobre esse assunto aqui: www.cursomestredoespetinho.info

 

Curso de maquiagem online By Makeme

Hoje venho falar do último lançamento da Makeme Cosmetics que está arrasando e mal começou. Acabe de ser lançado o Curso de Maquiagem online By Makeme, Com mais de 18 blogueiras e todas juntas vão ensinar passo a passo como você deve se maquiar corretamente, como cuidar da pele, quais produtos você deve usar, que tipos de pincéis usar… Enfim!! Muita coisa acontece nesse curso, e para além disso você ainda pode interegir com sua blogueira preferida, pedir dicas, tirar dúvidas, não é demais???

Você pode acessar o link aqui e ir direto para a página do curso, ou então pode clicar no Play abaixo e assistir o vídeo de introdução do curso, aonde cada blogueira do curso se apresenta e fala melhor sobre o módulo que ela vai apresentar.

O Curso de Maquiagem Makeme Cosmetics é apresentado por mais de 18 Blogueiras, Youtubers e Maquiadoras Profissionais que compartilham dicas, tutoriais e muitos truques e segredos para ajudar as milhares de seguidoras que as acompanham diariamente, onde revelam absolutamente que você precisa descobrir para executar com perfeição maquiagem para qualquer evento.

Com dicas e macetes inéditos e nunca antes revelados por elas, você vai aprender a conhecer cada parte do seu rosto e a dominar todas as técnicas essenciais para produzir uma maquiagem perfeita, tudo de forma simples e descomplicada e acima de tudo você irá se divertir muito.

Curso é 100% online, curso de maquiagem completo com super dicas inéditas da internet. São 18 blogueiras compartilhando com você todos as dicas, truques e segredos da maquiagem.

Conteúdo Curso de Maquiagem Makeme Cosmetics

Diferentes Tipos de Pinceis – Thayany Almeida
Maquiagem para Iniciantes – Mariana Lima
Técnicas Preparação de Pele – Jéssica Freitas
Dicas Preparação de Pele – Marina Coelho
Dicas para Disfarçar Olheiras – Bruna Farias
Maquiagem para Pele Negra – Amanda Carneiro
Maquiagem para o Dia a Dia – Taise Walber
Tudo Sobre Cut Crease – Camila Amaral
Tudo Sobre Esfumado – Priscila Simoes
Olho Tudo Boca Tudo – Amanda Domenico
Maquiagem para Morenas – Suelen Makeup
Como Ter Cílios de Boneca – Victoria Ferreira
Tipos de Delineador e Delineado – Ariane Rodrigues
Esfumado Diagonal / Semi Cut Crease – Bruna Lima
Preenchimento de Sobrancelhas – Mandy Guimarães
Dicas de Batons + Lápis Labial – Jéssica Make
Cuidados Pré e Pós Maquiagem – Aline Niini
Maquiagem Artística – Karen

FORMATO DO CURSO DE MAQUIAGEM MAKEME COSMETICS

O curso maquiagem é 100% online, você pode assistir e ver quantas vezes quiser. Portal de membros super organizado, após a confirmação do pagamento você recebe todos os dados necessários para o acesso e já pode usufruir dos vídeos imediatamente. Pagamento via boleto demora cerca de 24 a 48 horas para a confirmação, enquanto, pagamento via cartão de crédito o acesso é imediato. O melhor de tudo que você pode parcelar em até 12 vezes o curso maquiagem makeme cosmetics.

CERTIFICADO DIGITAL DE CONCLUSÃO INCLUSO

Ao final do Curso De Maquiagem Makeme Cosmetics você receberá um certificado digital de conclusão. Vale ressaltar que o curso não é profissionalizante. Mas sim, você estará apta para desenvolver seus projetos de maquiagem.

PARA QUEM O CURSO DE MAQUIAGEM MAKEME COSMETICS É INDICADO?

O curso é indicado para iniciantes ou pessoas que querem aprofundar mais os seus conhecimentos com o mundo da maquiagem. Sem restrição de idade, qualquer pessoa pode fazer o curso de maquiagem makeme.

Clique AQUI Para Saber Mais Sobre o Curso de Maquiagem Makeme Cosmetic

VALOR DO CURSO DE MAQUIAGEM MAKEME COSMETICS

O curso custa R$ 299,00, o que é um valor bem baixo comparado ao grande número de informações presentes nele e ainda pode ser parcelado em até 12 vezes. Este valor pode ser pago no boleto ou cartão de crédito. Se o pagamento for pelo cartão de crédito, o acesso ao curso é imediato. Já no boleto pode levar entre 24 ou 48 horas para você receber os dados de acesso ao portal de membros do curso de maquiagem.

GARANTIA DO CURSO DE MAQUIAGEM MAKEME COSMETICS

O curso de maquiagem tem garantia de 30 dias para você fazer reembolso caso não goste do curso. O pagamento é feito pelo Hotmart uma das maiores operadoras financeiras do Brasil.

O Hotmart é uma empresa séria e super respeitada. Não existe nenhum perigo no momento da sua transação.

VALE A PENA COMPRAR O CURSO DE MAQUIAGEM BY MAKEME COSMETICS?

Tanto vale a pena como é obrigatório para você que adora maquiagem! O curso tem uma didática muito divertida e fantástica, preço totalmente acessível que pode ser parcelado em até 12 vezes e com portal de membros maravilhoso e organizado. Conteúdo do curso totalmente exclusivo perfeito para iniciantes e para quem quer se aprofundar mais no mundo da maquiagem.

Você vive de rabo de cavalo ou coque?

Andar por aí toda arrumada, com os cabelos ao vento, livres, leves e soltos, sempre faz a gente se sentir mais linda e poderosa, não é mesmo? Nem sempre. Algumas mulheres preferem os fios presos e não abrem mão de seus grampos e elásticos na hora de se arrumar. É melhor relaxar com a praticidade de um rabo de cavalo ou de um coque do que ter que ajeitar os fios toda hora para deixá-los no lugar. A gente te entende e, por isso, o Fique Diva selecionou 6 situações que quem não gostar de andar com as madeixas soltas vai se identificar. Dá só uma olhada!

1 – Cabelos ao vento? Não, obrigada!

Você fica de mau humor só de pensar em vento e cabelos batendo no rosto. Você não enxerga nada e ficar descabelada vai estragar a sua produção. É mais fácil prender os cabelos colorimetria capilar e não ter que se preocupar com isso.

2 – Quem não tem elástico caça com caneta (ou com o que estiver dando bobeira)

Você pode sair de casa sem carteira, mas não sem o elástico. Isso se você já não estiver com ele devidamente acomodado no cabelo. Mas, se por acaso você esquecer seu acessório favorito, aquela caneta esquecida no fundo da bolsa ou na gaveta do trabalho pode acabar ganhando uma nova função.

3 – A cada dia um novo look

Não é porque o cabelo está preso que ele precisa estar sem graça. Coques, tranças, rabo de cavalo, em diferentes posições… são muitas as maneiras de arrumar o cabelo e você aproveita para variar o seu estilo.

4 – Ninguém sabe quando é o seu bad hair day

Nos dias em que o cabelo não está muito legal, muita gente prende para disfarçar. Você não precisa disso! Como o seu está sempre preso, ninguém fica sabendo quando é o seu bad hair day. E você não precisa contar para ninguém!

5 – Alguém disse franja?

Se você não ajeitar a franja corretamente, ela pode detonar o seu visual. Além disso, dependendo do tamanho, pode ficar caindo no olho, atrapalhando sua concentração. Quem vive de cabelo preso nem faz o corte para não ter esse colorimetria capilar, mas, se você tem uma, a gente aposta que ela fica estrategicamente presa com um grampo.

6 – Não precisa pentear o cabelo todos os dias

Acordou atrasada ou bateu aquela preguiça? É só prender o cabelo que está tudo certo.

Método de Sedução Alpha

Esta é a obra mais completa do autor Adriano Moura, neste material ele aborda todos os temas pertinentes ao desenvolvimento de um método homem alpha. Estratégias que podem ser usadas por qualquer homem, não importa o quanto seja tímido e desajeitado com as mulheres.

O E-book é dividido em 5 capítulos, você estará aprendendo sobre desenvolvimento pessoal, atitudes Alphas, psicologia feminina, sedução, conquista e relacionamento.

O diferencial deste método é que ele foca no desenvolvimento pessoal, sendo assim, você aprenderá uma maneira de evoluir a sua personalidade e consequentemente atrair naturalmente as mulheres.

Você Sabe Como Seduzir Uma Mulher?
Já parou pra pensar porque que alguns homens têm mais sucesso com as mulheres do que outros? Você sabe porque que isto acontece? Não! Então você precisa conhecer o Método de Sedução Alpha.

Assim você descobrirá porque eles sabem exatamente como seduzir uma mulher. A grande diferença deles está na confiança e na atitude que eles têm.

A auto confiança é o pilar básico para todos homens que desejam atrair mais mulheres, ou melhorar seus relacionamentos em geral.

Uma pessoa sem confiança nunca vai explorar o seu potencial máximo que poderia. Foi pensando nisto que o Adriano desenvolveu o Método de Sedução Alpha, onde ele mostra exatamente como se transformar em um verdadeiro método homem alpha.

Enquanto conhecer mulheres novas é algo extremamente desafiante para a maioria dos homens, isso pode vir a ser um hábito natural na sua vida.

Dinheiro Atrai Mulheres?
A maioria dos homens acredita que é preciso ter dinheiro para atrair mulheres lindas. Mas a verdade é que não é o dinheiro que as deixam atraídas, e sim a segurança que ele passa.

Enquanto nós homens vamos atrás da beleza física das mulheres, elas buscam homens que as façam se sentir seguras e protegidas.

E para que você consiga fazer com que as mulheres se sintam seguras na sua companhia existem duas características básicas que todo homem precisa ter, que são: Confiança e Atitude.

É fundamental ser uma pessoa confiante e de atitude. Mesmo que hoje você não tenha essas características, é completamente possível mudar isto.

Qualquer homem pode se transformar em uma pessoa mais confiante e com uma atitude positiva.

A Hora De Mudar É Agora
Aprendendo a controlar suas emoções, pensamentos e comportamento, você irá fazer uma grande mudança em sua vida. Eu sei que essa transformação não é fácil e não acontece da noite pro dia.

Isso pode demorar um tempo para acontecer e é preciso ter coragem e perseverança durante o processo, pois toda mudança é complicada.

Primeiramente é necessário mudar a mentalidade! Mudando sua mentalidade, você terá mais facilidade para seduzir e conquistar mulheres lindas.

Pare de pensar que as mulheres gostam de dinheiro e que se você não tiver dinheiro, nunca irá sair com uma mulher linda, daquelas que deixam todo mundo babando…

Então para começar a mudar os seus resultados, você precisa obrigatoriamente mudar seus pensamentos. Se você não consegue abordar uma mulher hoje, é porque algum pensamento seu está te impedindo de agir.

A partir de agora você terá que evitar pensamentos como:

“mulheres só gostam de caras ricos”
“ela é muito gata e nunca falaria comigo”
“se eu for falar com ela todo mundo vai achar estranho”
“vão rir de mim se ela me der o fora”
Para se livrar deste tipo de pensamento e começar a abordar mulheres, é necessário trabalhar o seu controle mental. E para isto é preciso ter um método eficaz que que seja fácil de aplicar e que gere resultados, e o melhor que eu conheço é o Método de Sedução Alpha.

O Método De Sedução Alpha
Este método foi criado pelo meu amigo Adriano, que é um grande psicólogo, consultor de relacionamento e Coach em desenvolvimento pessoal, sedução e conquista de mulheres. Autor de dez livros sobre psicologia feminina, PNL (programação neuro linguistica), linguagem corporal, desenvolvimento pessoal, moda, relacionamentos, sedução e conquista.

Depois de anos de prática, ele resolveu transformar toda sua expertise em um material fantástico e de fácil assimilação. Assista ao vídeo abaixo para conhecer melhor o método que ele desenvolveu para que você consiga se tornar um verdadeiro homem alpha.

Aprenda Como Seduzir Mulheres
Mas afinal, sedução se aprende? Sim, você pode aprender a seduzir e se transformar em um homem extremamente confiante. Saber abordar mulheres e conquista-las é uma habilidade que qualquer um pode aprender.

Para isso acontecer é preciso estudar muito e principalmente aplicar o aprendizado no seu dia a dia.

Uma das coisas que o Método De Sedução Alpha ensina é exatamente isto, como assumir o controle da situação e passar a agir com a confiança e atitude necessária.

Você vai perceber que em pouco tempo de estudo e com um pouco de prática os seus resultados com as mulheres irão mudar. Seus amigos ficarão com inveja de você…

Em pouco tempo você já estará abordando mais e mais mulheres, demonstrando confiança e fazendo que isso se torne natural em sua vida.

Área De Membros Do Método De Sedução Alpha

Com o Método de Sedução Alpha você vai abrir seu mundo para uma infinidade de oportunidades que você nunca sonhou em alcançar.

Você vai aprender a controlar a sua mente e passará a ter um controle total sobre suas emoções e comportamentos.

Este treinamento é ideal para homens que querem conquistar mulheres lindas mas não sabem o que fazer e nem como começar. Ele é composto por cursos e palestras online, além de todos os ebooks premium do Adriano Moura.

Todos materiais referentes ao Método De Sedução estão dentro de uma área de membros. Você pode acessar ela de qualquer lugar, desde que tenha um aparelho conectado a internet.

Então não perca mais tempo e comece agora a mudar a sua vida e sua relação com as mulheres.

1 – O crescimento pessoal de um Homem Alpha: Você aprenderá como se tornar um homem mais confiante e com iniciativa, além de conhecer quais são as atitudes corretas de um Homem Alpha

2 – Tudo que você precisa saber sobre as mulheres: Os segredos que os Alphas conhecem e que a maioria dos caras não sabem.

3. A mágica arte da sedução: Técnicas testadas na prática ensinam como se sair bem sucedido em todas as etapas da sedução de uma mulher.

4. Conquistar uma mulher para um relacionamento: Como você poderá fazer com que uma mulher incrível se apaixone loucamente por você.

5. Como manter um namoro: O que fazer para manter seu relacionamento sempre aquecido.

Número de páginas: 199

Formato: PDF

50 Leis do Homem com Poder Sexual

Polêmico e inigualável, este e-book revela os segredos mais obscuros da sedução de mulheres, focado exclusivamente em criar atração sexual.

Adriano Moura quebrou os padrões e revelou a verdade sobre a Psicologia Sexual das Mulheres, aquilo que elas não querem que você saiba.

Este material revelará a você que não sabe absolutamente nada sobre seduzir sexualmente uma mulher.

Existem 50 Leis que se você seguir a risca alcançará um sucesso impressionante na sedução de mulheres, haverá uma fila de gatas sexy loucas para fazer sexo com você.

Número de páginas: 43

Unhas Decoradas: como fazer passo a passo

As unhas decoradas, ainda estão em alta em 2016(2017) e ganhando cada vez mais adeptas a este estilo aqui no Brasil, sejam elas decoradas com flores, adesivos divertidos ou com fotos favoritas, francesinhas com nova releitura, degrades, praqueles, marmorizados, com pedras, enfim, todas estão na moda.
As unhas dos pés, pelicula de unhas, também ganham decorações, assim como as unhas para noivas que querem casar tendo uma decoração diferenciada nas mãos, no seu grande dia.

No entanto, muitas delas são fáceis de fazer sozinha, onde nem é preciso ir na manicure para fazer a pintura, pois até os adesivos tem como aplicar em casa.

Agora, trago alguns estilos que você mesma pode fazer.

Unhas fáceis de fazer sozinha
Francesinha
Depois de fazer as unhas com a remoção de excesso de cutícula, lixar e passar base, passe em toda a unha, um branco transparente, deixando secar um pouco.

Com um Branco mais forte, como o branco puríssimo, por exemplo, faça uma pequena linha na ponta da unha. Se tiver dificuldade, deixe secar completamente a unha com o branco transparente e depois ponha um pedaço de durex na parte onde não vai ser pintada.

Passe o esmalte na ponta da unha, mesmo que suje o durex e deixe secar. Depois de seca, só retirar o durex com cuidado e passar uma camada fina de base, ou alto brilho por cima da unha toda e está pronto.

Ainda pode fazer a francesinha invertida, onde a linha vai na parte de dentro da unha, pegando a matriz, fazer as pontas em V e em formato de coração, podendo finalizar com um stras ou uma fita prata ou dourada.

Ainda pode se fazer a francesinha com outros tons pastéis, ou até mesmo com tons mais escuro, como por exemplo, a unha preta com a linha branca, o vermelho com linha dourada, ou preta.

Unhas vermelhas com degradês
Com a unha preparada para fazer a pintura, use um pedaço de espuma ou esponja, que tenha um pouco mais o tamanho da unha, fazendo uma linha larga de vermelho mais aberto, uma com um vermelho mais fechado e outro com o preto ou um vermelho mais pro vinho.

Bata a esponja como se tivesse carimbando a unha, sem se preocupar se está borrando, tendo o vermelho mais claro na parte de dentro e o mais escuro para a ponta da unha. Depois de limpar em volta, cole uma pedra de strass, usando uma cola própria, finalizando com alto brilho.

Ainda pode fazer esse degrade somente com vermelho mais fechado e preto. Além de poder usar outras cores, ou cores florescentes, misturando o amarelo com laranja e vermelho ou rosa.

Unhas com adesivo de fotos ou com flores
Escolha o adesivo desejado, prepare a unha e passe uma camada fina de base. Se o adesivo for tampar toda a unha com sua estampa, como a de fotos, antes da base secar, aplique-a na unha, utilizando um palito ou uma espátula para alisar e alinhas corretamente, para que não aja bolhas.

Com uma lixa de unha, passe na ponta da unha, para tirar o excesso do adesivo e passe uma camada de base, ou alto brilho. Caso o adesivo tenha partes transparentes, tendo só um detalhe, escolha um esmalte para fazer o fundo, que combine com o desenho escolhido e deixe dar uma pré-secada.

Aplique o adesivo da mesma forma anterior e finalize com a base ou o alto brilho.
Unhas assimétricas
Com o auxílio de um durex e a unha totalmente pintada e seca com a cor escolhida, marque as linhas, seja em diagonal, horizontal, ou vertical, passando em seguida, a outra cor escolhida nas partes que estão expostas. Espere secar e retire o durex, finalizando com um extra brilho.

Tendências para Noivas
A tendência de unhas decoradas para noivas, está em alta, pelicula de unhas, onde as simples francesinhas são complementadas com decorações a mão de arabescos, pedras, flores e até desenhos de vestido de noiva e terno do noivo.
Ainda tem aquelas que preferem ousar usando adesivos feitos com fotos dos noivos, fitas coloridas, próprias para unhas, bastante stras, gliter dourado, prata, ou coloridos em uma das unhas, ou até mesmo em todas.

Os tons clássicos, que são os pastéis, ainda estão em alta, mas que podem ser usadas para fazer degrade, usando do tom de rosa bebê para o mais escuro, por exemplo, ou até mesmo um rosa claro com dourado e que fica muito bonito.

As unhas tipo veludo, também são uma boa pedida para as noivas que querem inovar, mas deixar com aquele ar clássico.

O estilo rendado, que pode ser com a aplicação de um adesivo, ou por meio de um carimbo próprio, ainda é uma ótima aposta, para quem curte o estilo mais clássico.

Outra opção, é fazer a unha com cor clara, como branco, rosa bebê e desenhas flores com cores mais vivas, como amarelo, vermelho, verde, azul. O contraste de cores, vai trazer harmonia e elegância.

Mas a adeptas ao vermelho e vinho, não precisam ficar tristes, pois se pode usar essas cores no dia que é tão especial. Mas só cuidado para não exagerar, se preferir fazer uma pintura artística, onde as unhas se sobressaiam mais que a própria noiva!

Seja para o dia a dia, para uma ocasião especial, uma festa que foi convidada, ou até mesmo para seu próprio casamento, existem várias formas de conseguir unhas lindas e decoradas, mas lembrando sempre, que para os pés realmente realçarem sem ficarem vulgares, sempre é bom usar tons mais claros, mesmo com alguma decoração, independente das unhas das mãos estarem com tons mais escuros. Por isso, sempre aposte em tons pastéis e nude para os pés.

Panetone um caso de amor!

O panetones lucrativos é um alimento tradicional da época de Natal, de origem milanesa, do norte da Itália. Várias lendas tentam explicar a sua origem. O pão doce de natal possui fragrância discreta de baunilha e recheio de frutas secas, tais como damasco, laranja, limão, figo, maçã, cidra e a uva passa.

Apesar de geralmente ser associado à cultura milanesa, tendo a forma alta e mais fina, há também o panetone piemontês, diferente apenas por ser mais largo e redondo.

De tão tradicional no Brasil, o panetone parece ter sido inventado aqui mesmo. Mas não foi. O pão amplamente consumido no Natal foi criado em Milão, na Itália, graças ao “erro” de um padeiro. A lenda em torno de sua criação.

Tradicional iguaria consumida na época do Natal, o panetone é um pão doce, recheado de frutas secas (uvas passas e frutas cristalizadas). Tem fragrância de baunilha. Sua consistência macia é resultado de um processo de fermentação natural.

A origem do panetone é um mistério. Existem várias lendas sobre sua origem, com uma descrição em comum: o Panetone tem origem em Milão, na Itália.

Segundo uma das lendas, o panetone foi criado por um padeiro chamado Toni, que trabalhava na padaria Della Grazia, em Milão, na época de Ludovico, o Mouro (1452 – 1508). O jovem padeiro, apaixonado pela filha do patrão, teria inventado o pão doce para impressionar o pai de sua amada. Os fregueses passaram a pedir o “Pani de Toni”, que evoluiu para o “panattón” (vocábulo milanês), e depois para “panettone” (italiano).

Segundo outra lenda, o panetone foi inventado na corte de Ludovico, o Mouro, na véspera do Natal, entre os anos de 1494-1500. Conta a lenda que o Natal era uma grande festa celebrada com grandes banquetes. Em um dos Natais, a sobremesa que havia sido preparada queimou ao ser assada. Um dos empregados da cozinha, chamado Antonio, havia preparado uma massa com sobras de ingredientes, que pretendia levar para sua casa. Sem outra opção, ofereceu sua massa para servir como sobremesa para a corte. De acordo com a lenda, a sobremesa foi tão apreciada que Ludovico perguntou qual o nome da iguaria. O jovem Antonio, chamado para responder a pergunta de Ludovico, disse que a sobremesa não tinha nome. Ludovico resolveu chamá-la de “Pani de Toni”, dando origem ao nome.

Outra lenda diz que o panetone foi inventado no século III d. C. Á princípio, segundo essa versão, teria a forma de um pão grande.

Atualmente, o panetone é comercializado em unidades, geralmente de 500 gramas. Nas últimas écadas, surgiram inúmeras variedades de recheios de panetone (Chocotone, Colomba Pascoal, Sorvetone, etc.).

São Paulo – De tão tradicional no Brasil, o panetone parece ter sido inventado aqui mesmo. Mas não foi. O pão amplamente consumido no Natal foi criado em Milão, na Itália, graças ao “erro” de um padeiro.

A lenda em torno de sua criação remonta ao ano de 900 e diz que o humilde assistente de padeiro Toni, após ter trabalhado horas a fio na véspera de Natal, precisava ainda assar mais uma fornada de pães e preparar uma torta para seu chefe.

De tão exausto que estava, confundiu-se e colocou as uvas passas da torta na massa de pão.

Desesperado, tentou salvar a situação jogando frutas cristalizadas, manteiga, ovos e os demais ingredientes do recheio que seriam usados originalmente na torta. Toni assou a mistura e entregou para o patrão.

O que o assistente não esperava era que sua criação fizesse sucesso durante a ceia de Natal de seu chefe, que, além de elogiá-lo, decidiu homenageá-lo e dar o nome à massa de “pane di Toni” (“Pão do Toni”, na tradução do italiano). Com o passar do tempo, o bolo começou a ser chamado de panetone.

Como toda boa lenda, a origem do panetone possui várias versões, mas todas elas têm Toni como denominador comum. A chegada dos imigrantes italianos no Brasil após a II Guerra Mundial trouxe o panetone para o país. A Bauducco diz que o fundador na empresa, o italiano Carlo Bauducco, começou a vender o produto aqui a partir de 1948.

A confecção do panetone clássico na Itália é tão levada a sério que em 2005 passaram a ser especificados por lei os ingredientes e os percentuais mínimos que devem ser utilizados para que o bolo possa ser classificado como panetone. Em entrevista à ANSA, a Bauli, umas das mais tradicionais empresas no ramo de panetones na Itália, explicou que o decreto determina que sejam utilizados “farinha, sal, açúcar, ovos, nata e frutas cristalizadas, cuja quantidade não pode ser inferior a 20%”. Sem frutas – Na Itália, além do panetone, o pandoro também disputa a preferência no paladar italiano durante o Natal. Essa variação, criada em Verona, é similar ao panetone, mas não leva frutas.

No entanto, apesar de serem ambos tradicionais, o panetone acaba sendo o mais procurado. “O panetone é certamente o mais popular”, afirma o confeiteiro Carlo Pozza, da padaria Da Venicio, em Vicenza, na Itália. As “invencionices” brasileiras, como panetones de doce de leite, que fogem do tradicional, também podem ser encontrados na Itália. “Nos últimos tempos, os confeiteiros começaram a oferecer panetones com ingredientes diferentes, como pistache, fruta fresca, limoncello (espécie de licor de limão), chocolate, cerveja ou vinho doce”, disse à ANSA o especialista Davide Polini.

“Esses panetones servem para estimular as vendas, levando a clientela a provar gostos diferentes”, afirmou o mestre confeiteiro Murizio Busi, da Pasticceria Paola, em Ferrara, na Itália. “Mas, em minha opinião, os tradicionais são sempre melhores”, afirmou o mestre, que também faz parte da Accademia Maestri Pasticceri Italiani, associação que reúne importantes expoentes da confeitaria do país. Nos últimos anos, também foram introduzidos no mercado italiano os panetones salgados.

É possível encontrar versões com alcaçuz e açafrão, tartufo, gorgonzola e até mesmo o “panetone pizza”. Lançado em Nápoles, leva ricota doce, flocos de frutas e de chocolate cristalizados colocados sobre a massa tradicional de pizza. O bolo milanês inspirou até mesmo o “Cocktail Panettone”, bebida para os brindes de fim de ano. Industrial x Artesanal – No Brasil, já se pode encontrar há algum tempo panetones artesanais. Algumas padarias, por exemplo, tiram de seus próprios fornos sua produção dos bolos natalinos.

Na Itália, apesar de serem um pouco mais difundidos e apreciados, são os industriais que ganham na preferência dos consumidores. “Em 2008, foram vendidos na Itália 100 milhões de panetones, mas somente 20% eram artesanais”, explica o confeiteiro Iginio Massari, da Pasticceria Veneto, em Bréscia, no norte da Itália.

Por outro lado, o confeiteiro Maurizio Busi acredita que a matéria-prima dos panetones artesanais é melhor. “O frescor, a riqueza dos ingredientes, a personalização e a busca pelos melhores ingredientes, além das habilidades do confeiteiro, fazem toda a diferença”, acredita. O panetone é tão amado na Itália que foi criado o projeto “Panettone tuttol’anno” (“Panetone o ano todo”). Idealizado pelo “gastronauta” Davide Polini, propõe que o panetone seja vendido constantemente.

“Por que só no Natal? O panetone pode ser consumido em todas as estações. Acho um absurdo que se deva comê-lo somente nesta época do ano”, disse. Polini já comeu panetone inclusive no verão, “na praia, embaixo de um guarda-sol, acompanhado de sorvete”. E aqui, será que a moda pega?

1 kg de farinha de trigo peneirada
3 ovos (grandes)
1 copo (americano) de açúcar
1 pitada de sal
2 colheres (sopa) de manteiga ou margarina
250 ml de leite morno
50 g de fermento biológico
300 g de frutas cristalizadas (ou cubos de chocolate)
250 g de uva passa (de preferência sem sementes)
20 ml de essência de panetone (opcional)
raspas de 1 limão

Veja também: panetones lucrativos

O longo caminho de Três Grandes
Pães medievais até o Panetone
“Panetone” vem de Pão de Toni?? De acordo com esta entrada terminológica, Toni, um humilde ajudante de cozinha de Ludovico o Mouro, seria o inventor de um dos doces mais característicos da tradição italiana. Eis a história: na véspera de Natal, o cozinheiro-chefe de Sforza queimou o doce preparado para o banquete ducal. Toni, então, decide sacrificar o pão de levedura-mãe que tinha reservado para o seu Natal. Ele o prepara bastante com farinha, ovos, açúcar, uvas passas e frutas cristalizadas, até obter uma massa macia e muito levedada. O resultado é um sucesso estrondoso, que Ludovico o Mouro chama de Pão de Toni, em homenagem ao criador.

A primazia de Toni não é assim tão pacífica O empreendedor ajudante de cozinha disputa com outros criadores da confeitaria, entre os quais se destacam Ughetto degli Atellani e a Irmã Ughetta. No entanto, o lugar da disputa não é na história e sim no imaginário colectivo: a história de Toni e as outras são lendas criadas entre o fim do século XIX e início do XX para ilustrar ainda mais o que já era orgulho da gastronomia de Milão. Ughetto e Ughetta, entre outras coisas, são nomes ligados à palavra milanesa para uva passa: ughett.

A verdadeira origem do panetone deve ser procurada no costume difundido na época medieval de celebrar o Natal com um pão mais saboroso que o de todos os dias. Um manuscrito tardio do século XV de Giorgio Valagussa, preceptor da casa Sforza, atesta o costume ducal de celebrar o chamado rito do tronco. Na noite de 24 de dezembro colocava-se um grosso tronco de madeira no caminho e, enquanto isso, eram levados à mesa três grandes pães de trigo, matéria prima de grande valor na época. O chefe de família servia uma fatia para todos os comensais, reservando uma para o ano seguinte, como símbolo de continuidade.

Outra realidade histórica sugere a origem do panetone de um grande pão de trigo do Natal: até 1395 todos os fornos de Milão (exceto o pertencente aos Rosti, fornecedor das pessoas com maior poder aquisitivo) tinham permissão de cozinhar pão de trigo apenas no Natal, Como homenagem aos seus clientes habituais. O costume de comer pão de trigo no Natal, no entanto, é muito antiga. Não é de admirar-se, porque muitas outras cidades italianas e europeias compartilham o costume de pão enriquecido na época de festas. No entanto, apenas em Milão se tornou panetone.

Desta longa evolução, algumas fases estão documentadas. Em 1606, de acordo com o primeiro dicionário milanês-italiano (Varon milanes), o Panaton de Danedaa era um Pão Grande, que é feito geralmente no dia de Natal, como Metáfora um inepto [sic], preguiçoso, recente. Francesco Cherubini nos dá uma descrição mais rica no seu célebre Vocabulário milanês-italiano em cinco volumes (publicado entre 1839 e 1856; o terceiro volume M-Q é de 1841). O Panattón ou Panatton de Natal como uma Spe[cie] de pão de trigo decorado com manteiga, ovos, açúcar e uvas passas (ughett) ou sultana, com a adição de amêndoas na massa quando cozida e que resulta com muitas pontas. Grande e de uma ou mais libras, costumamos fazê-lo apenas no Natal, de massa igual ou similar mas em panellini. É feito todos os anos nas festas e é chamado Panattonin – Na zona rural, por outro lado, o Panatton costuma ser de farinha de grão turco e enriquecido com pedaços de maçãs e sementes de uva.

A primeira fonte a falar de levedado, no entanto, é de 1853: o Novo cozinheiro milanês económico, livro de receitas de Giovanni Felice Luraschi. As frutas cristalizadas (de cidra) aparecem no Tratato de cozinha, confeitaria moderna (1854) de Giovanni Vialardi, cozinheiro dos governantes sabaudi. A presença do panetone em um livro piemontês do século XIX prova a antiguidade da difusão deste doce na região escolhida pela Flamigni como sede das suas instalações de produção.